Lula preso há um mês

Por:Gabriel Sapucaia
Colunas

11

May 2018

A prisão sem comoção

No dia 7 de maio completou um mês de prisão do ex-presidente Lula, fruto da condenação por corrupção e lavagem de dinheiro aplicada em primeira instância pelo juiz Moro e confirmada com aumento de pena pelo TRF 4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

Desde que a operação Lava Jato alcançou o ex-presidente, começaram os boatos acerca de sua prisão. Assim, tem mais de dois anos que se comenta a possibilidade de Lula ser preso e as circunstâncias desse fato.

Alguns políticos, apoiadores do ex-presidente, e até um ministro do STF alardeavam o risco de grande comoção social. Frases como “Para prender o Lula, vai ter que prender muita gente, mas, mais do que isso, vai ter que matar gente. Aí, vai ter que matar”, “um ato desse poderá incendiar o país” e outras afirmações do tipo, eram repetidas nas mídias sociais, nos jornais etc.

Quando decretada a prisão do ex-presidente, além da movimentação em frente ao sindicato onde ele estava, nada efetivamente grande, era visto no Brasil.

Após a prisão não havia nenhuma bandeira hasteada nas janelas, nenhum adesivo de protesto. Além de manifestações nas mídias sociais, nenhuma mensagem de apoio tinha o ex-presidente.

Agora, passado mais de um mês da prisão, a vida segue normalmente. Nenhuma mudança, nem mesmo pequena, no cotidiano dos brasileiros pela prisão de Lula. Mais que isso, embora a população esteja bem atenta para política e ao STF (Supremo Tribunal Federal) que nunca teve ministros tão conhecidos, a prisão de Lula já deixou de ser o assunto mais comentado, seja na roda de boteco, seja no salão de beleza.

A verdade dos fatos, é que concordando ou discordando de sua prisão, todos sabem que Lula não é um preso político. Diferentemente de Leopoldo Lopez (líder político da vizinha Venezuela) preso por supostamente incitar à desordem pública e outros fatos correlatos à organização de manifestações e oposição ao regime, Lula foi condenado e está preso por corrupção e lavagem de dinheiro.

Lula é um preso comum e no processo que originou sua condenação existem documentos e depoimentos apontando para sua propriedade do imóvel, além de diversos colaboradores confirmando o esquema criminoso.
Vale lembrar que existem ao menos mais seis ações contra o ex-presidente, dentre elas a ação do sítio de Atibaia na qual existem muito mais provas contra Lula. Porém, a questão das provas no sítio será objeto de um texto específico nesse espaço.

Por enquanto, Lula é um preso comum, não houve comoção social com sua prisão e vai aos poucos caindo no esquecimento.

 

Sobre o autor: 

Gabriel Sapucaia é advogado e Pós graduado em Direito Processual. Co-autor dos livros  Direito Processual 25 anos de Processo Constitucional e  Advocacia & Ética Novos Temas. Voluntário apaixonado pelas causas da Democracia, Liberdade e  Empreendedorismo.

__

https://www.poder360.com.br/justica/para-prender-o-lula-vai-ter-que-matar-gente-diz-gleisi-sobre-julgamento/
http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,prisao-de-lula-incendiaria-o-pais-diz-marco-aurelio-mello,70002164307
https://pt.wikipedia.org/wiki/Leopoldo_L%C3%B3pez
https://trf4.jus.br 0042543-76.2016.4.01.3400

 


Comente com o Facebook

Compartilhe:

contato@ilmg.org.br